CONTEÚDO: N O V O - ATIVO NÃO CIRCULANTE - INVESTIMENTOS
Cód. CRC: 85618
Cód. CFC: SP24019
Período de Inscrição:  19/08/2022 à 31/12/2022 23:59

Prazo para realizar a prova:  27 dia(s)
Capacitadora: CRCSP - CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DE SAO PAULO

Palestrante: JOSE HERNANDEZ PEREZ JUNIOR
Contador, Doutor em Administração, Ph.D. Philosophy In Administration pela Florida Christian University, Mestre em Controladoria e Contabilidade Estratégica pela FECAP. Foi Auditor e Consultor da Pwc Pricewaterhousecoopers. Sócio Diretor do Instituto Hernandez de Desenvolvimento Profissional. Professor de diversas disciplinas relacionadas com a área contábil dos cursos de MBA da Fundação Getúlio Vargas. Autor de diversos livros da área contábil publicados pela Editora Atlas.


Pontuação AUD Norma EPC: 4
Pontuação CMN: 4
Pontuação SUSEP Res. CFC 1.377/11: 4
Pontuação ProGP Norma EPC: 4
Pontuação PER Norma EPC: 4
Pontuação PREVIC: 4
Pontuação ProRT Norma EPC: 4

Programa:  
Ativo Não Circulante Investimentos

1)    Legislação e as normas aplicáveis
a)    Lei das Sociedades por ações (6404/76)
b)    NBC TG Estrutura Conceitual para a Elaboração e Divulgação de Relatório Contábil-Financeiro CPC 00R2 = Framework
c)    NBC TG 18 (R3) Investimento em Coligada, em Controlada e em Empreendimento Controlado em Conjunto = CPC 18R2 = IAS 28
d)    NBC TG 26 (R5) Apresentação das Demonstrações Contábeis = CPC 26R1 = IAS 1
e)    NBC TG 28 (R4) Propriedade para Investimento = CPC 28 = IAS 40
f)    NBC TG 46 (R2) Mensuração do Valor Justo = CPC 46 = IFRS 13

2)    Propriedades para Investimentos
a)    Definição de Propriedade para Investimento
b)    Classificação e reconhecimento
c)    Mensuração no reconhecimento inicial
d)    Mensuração pós-reconhecimento
e)    Política contábil
f)    Método do valor justo
g)    Método do custo
h)    Divulgação

3)    Participações societárias
a)    CPC 18 (R2) - Investimento em Coligada, em Controlada e em Empreendimento Controlado em Conjunto
b)    Definições e Influência significativa
c)    Método da equivalência patrimonial
d)    Aplicação do Método da equivalência patrimonial
e)    Exceções à aplicação do método da equivalência patrimonial
f)    Classificação como mantido para venda
g)    Descontinuidade do uso do método da equivalência patrimonial
h)    Mudanças na participação societária

4)    Método da equivalência patrimonial
a)    Procedimentos para o método da equivalência patrimonial
b)    Comparação Método de Custo e método da Equivalência
c)    Reconhecimento da participação nos resultados das coligadas e controladas
d)    Participação nas mutações do Patrimônio Líquido das coligadas e controladas
e)    Perdas por redução ao valor recuperável
f)    Divulgações

5)    Ágio na aquisição de controlada
a)    Combinação de negócios por meio de controlada
b)    Mais valia de ativos Mensuração e realização
c)    Ágio por expectativa de lucros futuros
d)    Perdas por redução ao valor recuperável
e)    Ganho por compra vantajosa
f)    Aspectos tributários
g)    Divulgações
h)    Caso prático


Apoio Institucional: CFC - Conselho Federal de Contabilidade

Realização: CRCSP Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo    


MATERIAL DE ESTUDO 
MODULO 1
MODULO 2
MODULO 3
MODULO 4
MODULO 5
AULA 1
AULA 2
AULA 3
AULA 4
AULA 5